Biografia

Filha de brasileiros teve toda sua infância embalada pelo jazz, samba, e a soul music. Através do seu pai, o músico Carlinhos Queiroz, ela enriquece a sua cultura musical ouvindo grandes artistas como Milton Nascimento, Gilberto Gil, Carlos Santana, Herbie Hancock… As suas primeiras músicas (melodia e letra), foram compostas aos 9 anos de idade. Porém, somente alguns anos depois tomou a decisão de “soltar a voz”.

Contando com o acaso, aos 21 anos morando em outro país, um lugar inesperado – num curso de ballet dirigido por uma brasileira na cidade Escocesa chamada Dunbar – que ela ouviu pela primeira vez a música “Tarde em Itapuã”, composição de Vinícius de Moraes e Toquinho, apaixonando-se imediatamente por esta música.

Alguns meses depois, no dia nacional da festa da música (Fête de la musique), seu pai, Carlinhos Queiroz, convidou a subir pela primeira vez num palco. Este empurrãozinho permitiu que pela primeira vez interpretasse à música “Tarde em Itapuã”, ao vivo. Esta experiência foi um divisor de águas em sua carreira artística.

Durante os anos que se segue, ela foi se apresentando nos palcos do sudoeste da França ao lado do seu pai, cantando os clássicos do Jazz e da música brasileira, sem deixar de acrescentar as composições de ambos. E finalmente, em 2015 seu projeto musical se transforma em realidade.

Neste ano à cidade de Pau (sudoeste da França), lança um programa com objetivo de apoiar os novos talentos da cidade, escolhendo Miu Queiroz para fazer a abertura no dia da festa da música de 2015, antecedendo a cantora brasileira Flavia Coelho. Esta foi uma excelente oportunidade para realizar seu show cujo repertório foi voltado para suas composições.

Enquanto prepara seu primeiro álbum com músicas autorais, Miu Queiroz está realizando vários concertos na França, convidando o público a ouvir sua voz, melodias e os ritmos brasileiros, contagiando a todos que apreciam uma boa música.